sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Happy Xmas

E mais um natal chega em nossas casas. Para uns, motivo apenas de feriado, para ficar em casa. Para outros, motivo para juntar os familiares, preparar uma ceia, presentear uns aos outros, e agradecer a Deus por todas as suas bençãos. 
E devo admitir que, prefiro ficar com a segunda opção. Pois pra mim, não a nada mais perfeito que o natal! Sim, é quando reunimos parentes queridos e amigos, para festejar o nascimento daquele que fez tanto por nós! Sem contar na decoração... É tudo tão lindo, tão perfeito!
Eu sempre fui fã de luzes, deve ser até por isso que eu considero o natal a melhor data do ano. Mas, não basta decorar tudo e presentear os outros se você mesmo não está em paz. Porque muita gente se revolta contra o natal simplesmente pelo fato de estarem passando por um momento infeliz. Por favor, não deixe que isso estrague sua vida! 
Acredite, existem pessoas em situações muito piores que a sua, como por exemplo aqueles que perderam entes queridos, estão doentes, perderam tudo nessas enxurradas, não possuem lugar para morar, e nem se quer tem dinheiro para preparar algo que por menor que fosse apenas para dizer que possuiu uma ceia de natal.
Às vezes, nos desanimamos por pequenas coisas, o que nos faz passar a odiar certas datas, como o natal. Eu particularmente odiei meu natal do ano passado. E admito isso. Porém, não abaixei a cabeça e pensei: não vou deixar isso acontecer de novo! Farei esse ano valer a pena! Pois é o que eu estou fazendo! Faça você também!
Pois para mim, não há nada mais desanimador do que um fim de ano ruim, sem alegrias, sem rever amigos, sem presentes, sem festa... Porque querendo ou não, é com o animo que passamos e vivemos nosso natal, é que vamos começar o ano. E se estivermos desanimados, tristes, ou com raiva de algo, começaremos o ano novo com um baixo astral muito ruim, o que poderá fazer com que o ano que queríamos tanto que chegasse, transforme-se no pior ano de sua vida! 
Por isso digo: Aproveite o tempo com a família, ria, se divirta, brinque, cante, enfim, SEJA FELIZ! E dê a volta por cima! Mesmo que sua vida não esteja aonde você queria que ela estivesse, faça valer à pena! Pois por pior que possa ter sido o seu ano inteiro, um natal cheio de luzes e esperanças é capaz de compensar tudo, acredite!
Não perca essa chance de mudar sua história. Busque à Deus. Reuna a família. Festeje. E repito: SEJA FELIZ! Feche a boca daqueles que te criticam, pois quando eles verem que você, mesmo em meio aos problemas, consegue sorrir, ficaram em silêncio, e estarão obrigados a admirar você!
Bem, espero que TODOS VOCÊS consigam transformar seu ano, pois ainda há tempo! E também, desejo à todos vocês leitores, um Feliz Natal/Natanukka, e que vocês não sejam só felizes hoje e no ano novo... Que vocês sejam felizes SEMPRE! Pois, se Deus é por nós, quem será contra nós?

Abraços, Meg :*

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Saudades amargas

Costumamos nem prestar atenção nos momentos importantes que passamos ao lado das pessoas que amamos. Mas, só percebemos a importancia dos mesmos quando estão longe. A consequência? Tem um só nome, um nome amargo e dolorido: saudade. E então, vimos quem amamos partir, e o desespero começa (aos poucos) a tomar conta dos nossos sentimentos... O pior é quando descobrimos a importância de alguém tarde demais, quanda ela parte para nunca mais voltar.
Eu sei, muita gente diz que a palavra "nunca" é muito forte. Mas temos que concordar que em determinados momentos ela é verdadeira, né? Porém, é impossível se acostumar com isso. Digo essas coisas por experiência própria. E digo também: Aproveitem ao lado das pessoas que amam, pois saudade não é motivo suficiente para tê-las de volta! E isso é fato! Infelizmente a vida as vezes é muito injusta com a gente, e acabam levando quem mais amamos...
E venho aqui admitir, no momento que estou agora, tenho vontade de sair correndo, gritando, chorando, loucamente. Pois o desespero que essa saudade está provocando em mim está me sufocando demais! Não desejo isso à ninguém. É tão ruim, é tão horrível sentir saudade de alguém que é quase impossível de você ver de novo... E quando vê, são momentos tão breves. Antes que achem, EU NÃO ESTOU FALANDO DE PAIXONITE, GRATA. Estou falando de sentimento de amizade, de companheirismo, sentimento de irmã. 
Sempre fico aqui me lamentando por não aproveitar o suficiente ao lado dessa pessoa. Ela é a pessoa mais importante do mundo pra mim. Vivi tantas coisas ao lado dela, coisas que não tem como apagar!
E fico aqui, chorando, sofrendo com essa saudade que cresce a cada dia. Fico revendo fotos, anotações, videos, gravações e lembrando o quanto eram boas as madrugadas ao lado dessa pessoa. Como eu pude deixar passar tão rápido? Onde eu estava com a cabeça quando deixei isso acontecer? Estava tudo tão perfeito que eu nem pude perceber que aquilo ali acabaria! Como me arrependo... Óh Deus como me arrependo de não ter aproveitado mais!!! Eu sei, eu sei, agora é tarde, mas não me canso de dizer o quanto queria que isso voltasse a acontecer... Bem, o que tudo indica é que isso está mais próximo do que eu imagino! Espero mesmo que esteja! Quero muito acabar com essa dor, com essa saudade...
Então, o que digo a vocês? Que sempre, SEEEEEMPRE que estiverem perto das pessoas que realmente gostam, aproveitem o máximo... Mesmo que você sinta do mesmo jeito saudades mais tarde... Pelo menos você sabe que aproveitou, e poderá guardar essas lembranças pra sempre com você, e ninguém nunca apagará isso de seu coração. Não seja tola como eu, que agora que percebi que passou, arrependo-me de não ter feito muitas coisas.
Porém, é tempo de seguir em frente... E se você é que nem eu, arrepende-se de não ter feito algo que gostaria de ter feito, acho melhor pararmos de lamentar não é? Além do mais, se continuarmos a lamentar muito ainda, poderemos perder o momento perfeito que poderia ser agora né?
Por isso, comece a olhar a sua volta e veja o que te agrada... Faça o que te agrada, para então mais tarde não se arrepender de ter deixado algo para trás... Ainda mais agora, final de ano... Agora sim que é momento de rever tudo e se preparar para fazer o próximo ano, o melhor de nossas vidas.
E mesmo que essa saudade insista em te atormentar, não se esqueça de aproveitar. Pois ela é como uma 'bola de neve' , quanto mais sentida e lamentada, menos tempo vivemos, mais nos arrependemos, e mais saudades sentimos... E sim, isso é um fato.

Ok, todo final de ano fico com crises de saudades, me deixem :x

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Sinta a minha traição - Parte II


Pois tudo, absolutamente tudo que eu fazia, era somente para ele, enquanto ele? Nem se lembrava da minha existência na Terra.
Voltei para a minha casa, satisfeita, pois sabia que teria bebida suficiente para pelo menos mais uma noite inteira.
Sem perceber, eu começava a perder tudo na vida, todos os amigos começavam a me deixar, nem em empregos eu já não conseguia entrar. As pessoas comentavam de mim na rua, pelo fato de eu sempre ser estúpida com os outros ou algo assim. E principalmente pelo fato de estar sempre com cheiro de bebida, com cheiro de cachaça.
Acontece que não eram elas que estavam com a pior doença que alguém pode ter. A doença chamada “amor maligno” se é que me entendem...
Todos que se aproximavam de mim, se quer agüentavam cinco minutos. Eu estava incompreensível, egoísta, ignorante. Ninguém conseguia colocar na minha cabeça que eu mesma estava destruindo a minha vida.
Naquele momento, a única coisa que eu pensava em fazer era destruir todos que me atrapalhavam, foi então que parti em busca do crime.
A última coisa que eu pensava naquele momento era em ver o lado “bom” das coisas.
Mas quem eu mataria por primeiro? Como eu faria isso? Muitas perguntas passaram pela minha cabeça. Foi então que me lembrei de um velho amigo que no mundo tinha se perdido. Na época achava ele mais esperto que eu, pois ele era assassino há alguns anos, aquilo me enchia a alma. Eu me imaginava como ele, ali, sem piedade, e quem atrapalhasse meu caminho teria o destino traçado. Eu achava que assassinar meus “problemas”, ao invés de enfrentá-los, seria a solução mais sensata no momento.
Parti em busca desse meu amigo, que agora, quarenta e sete anos depois, eu percebo que, de amizade não tinha nada a nossa relação. Ele se mostrou amigo, mas sabia que meu futuro estaria destruído, e minha vida com os dias contados.
Fiquei durante uma semana presa dentro da minha própria casa, apenas pensando e imaginando onde aquele maldito homem poderia estar o que ele devia estar fazendo naquele momento.
Amanhece o dia, peguei um ônibus até o centro, desci, tomei um suco e comecei a perguntar para as pessoas, onde Maicon poderia estar.
Caminhava em direção ao nada, pois sabia que ele estava sendo procurado pela polícia, e o que uma pessoa como eu, sem conhecimento algum sobre o paradeiro dele, poderia esperar encontrar? Eu tinha certeza que jamais o encontraria, mas mesmo assim continuei caminhando, continuei procurando Maicon.
Até que parei na casa de uma velha senhora, que me viu perguntando a uma garota se ela o conhecia.

                                                                                                   Página 3

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Sinta a minha traição - Parte I

Pois então povo, vou começar a postar meu livro aqui, hmmmmm. foda-se ;)


Apresentação

E então, o amor a despedaçou por inteiro. Ela não sabia mais o que fazer. O amor doentio estava tomando conta de seu coração. Era com este sentimento tão cruel, que Isabel estava acompanhada. Ela tinha que seguir sua vida como uma mulher normal. Mas o amor que era doce e carinhoso tornou-se ódio e raiva profundo, que só a vida pode lhe ensinar a contê-lo. Através de problemas e sofrimentos, Isabel aprendeu que às vezes, nem toda atração podemos chamar de amor. E então, até onde o satanismo é capaz de levar uma vida?

  
                                                                   

01O ódio ardia de tanto amor.

“Até que uma hora, eu desmaiei de cansaço. Enquanto estava desmaiada, passou a retrospectiva da minha vida inteira, dentro da minha cabeça. Apareceu tudo, tudo mesmo, desde quando me conheço por gente.
O ódio me fez lembrar-se de cada detalhe, cada sofrimento, cada choro, porém, cada alegria também.”



Era uma noite normal, ao menos, parecia. Mas o que o mundo inteiro não estava vendo, era o quanto meus olhos ardiam diante daquela cena. Ninguém percebia, o quanto eu estava gritando por dentro, o quanto eu chorava, o quanto eu sofria... Ali, sem se mover, sem dizer uma palavra, simplesmente, observando tudo de fora, sem saber o que fazer.
A forma com que os dois conversavam comigo, ia consumindo toda a minha força, toda a minha razão de viver. Naquele momento, não existia amizade que suportasse tamanha... Pode se dizer, “traição”.
Por alguns instantes eu pensei que não era a intenção dos dois me magoar, ainda mais que um dos lados não sabia de nada. Mas o outro sim, o outro lado que eu tanto confiei minha vida toda, entreguei minha amizade por completo, somente para este lado... O mesmo parecia querer me provocar, queria que eu falasse além do necessário... Se bem que, o necessário eu jamais tinha dito, a razão de pedir satisfações ao meu grande amor nunca esteve ao meu lado. Não posso cobrar de uma pessoa aquilo que não pedi.
Parecia tarde demais, e sem possuir mais forças para suportar aquilo, simplesmente, saí correndo dali e me tranquei no banheiro daquela boate. Saí sem dar satisfação a nenhum dos dois, nem avisei, simplesmente saí!
Claro, ela não poderia deixar de vir perguntar o que houve, e naquele momento, eu destruí a nossa amizade, quem sabe, para sempre.
Pois eu menti, menti sim! Disse que eu estava mal e não queria mais falar com ninguém. Acho que ela percebeu a pitada de mentira ali, aliás, tenho certeza.
O que eu mais sentia naquela hora, era ódio, e eu não pude evitar isso. Tive vontade de destruir tudo e todos, como se os outros, tivessem culpa da minha falta de coragem.
Pensei em desabafar tudo para ele, jogar todas as esperanças no lixo, destruir a paciência, ouvir a pressão, e esquecer-se da razão. Mas, mesmo no fundo do poço, algo me disse para esperar, pois o momento certo ainda iria chegar.

                                                                                                    Página 1.

Fui dormir perturbada, não conseguia nem pensar direito, queria sumir, fugir, e nunca mais voltar...
Depois daquela noite, nunca mais consegui encarar a situação com coragem. O medo tomou conta de mim, queria fazer-me destruir a pessoa que eu mais amava. Foi então que, este receio, este medo assustador, me fez jurar uma coisa a mim mesma, ele nunca iria saber desse amor.
O que mais me deixava encurralada era saber que, pouco antes desse juramento, eu tinha contado a muitas pessoas sobre esse meu amor, pode se dizer, platônico.
E quanto eu via alguém que sabia desse amor, conversar com ele, conversar com o Cauã, eu ficava desesperada, achava que todos iriam dar com a língua nos dentes. Na minha mente, todo mundo ao meu redor era traidor, todo mundo queria acabar comigo...
Eu nunca conseguia ver as qualidades dos outros, só os defeitos, eu começava a me desvirtuar.
Passei a não me alimentar mais corretamente, bebia demais, até desmaiar, até vomitar... Acordava de madrugada, levantava-me e ia beber mais. Quando me olhava no espelho podia enxergar olheiras profundamente visíveis. Cabelos arrepiados, roupa suja... Parecia que eu estava morando na rua, de tão horrível era minha aparência.
Passaram-se dias então, e eu não mudava, apenas para pior. Os desmaios começaram e ser mais repetitivos. Até que então, essa bebida acabou. Saí em busca de mais e mais. Acabei parando na casa de uma antiga amiga minha, e resolvi entrar, e então, contar para ela sobre o juramento que eu havia feito sobre nunca contar nada para Cauã.
Quando contei a minha suposta “amiga” sobre esse juramento, ela disse:
- Você vai destruir sua vida, não sabe o que é esconder um amor de alguém, eu já passei por isso. Ele se suicidou um mês depois de eu ter jurado a mim mesma. Acontece que, o motivo do suicídio era o fato de eu nunca dizer que o amava, ele acreditava que eu amava outro, e sem se declarar para mim, se foi...
Eu, com lágrimas de puro ódio nos olhos, apenas falei:
- Eu sou diferente de todo mundo, nenhuma história fará eu trair a minha própria palavra. Queres se lamentar? Vá a algum lugar específico para isso, como a casa da sua família, onde adoram drama.
Saí dali totalmente desnorteada. Estava tonta, com fome, suja, com olheiras rochas, mas nem por isso, deixei de ir à busca de mais bebida.
Eu vi que tinha destruído a nossa amizade de 18 anos naquele momento, mas a raiva e o medo eram tão grandes ali, que por um segundo, imaginei que a culpa daquilo tudo, daquele sofrimento maldito, era dela. Pois foi através dela que eu conheci o meu amor. Meu amor? Ainda não sei como consigo denominá-lo “amor”. Acho que era uma doença, um vício maldito que não me deixava conseguir enxergar mais nada a minha frente. Eu estava completamente cega.
                                                                                                    Página 2.
                                 



                                                 

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

E quando o adeus é irreversível?

Bem, hoje vim aqui pra falar de morte. Porque a mãe de uma menina aqui da net morreu. Então, como fazer quando o adeus é irreversível? Porque pra tudo nessa vida temos solução. Nessa vida... Agora quando se trata de morte, parece que NADA mais no mundo funciona, porque essa é a única coisa na vida que não tem solução, que não tem volta, é o fim, acabou... E agora? Deixar o desespero tomar conta do nosso coração? NÃO! Por que independente de quem tenha partido, se essa pessoa amava você simplesmente ela JAMAIS iria querer vê-la mal, correto? Então, siga um foco, tenha um objetivo: Seguir sua vida. Porque o mundo não vai parar para esperar você remontar seu coração. Pelo simples fato de que o tempo e a vida, mais tarde, se encarregaram de fazer esse serviço. EU SEI que quando perdemos alguém que amamos, parece que NADA consiguirá nos acalmar, nos fazer felizes de novo, etc. Mas é engano nosso. Isso passa. ACREDITE. No momento nosso coração insiste em dizer que não, porém, tempo depois perceberemos que a razão esteve sempre ali, para com a ajuda do tempo nos tranquilizar aos poucos, e trazer a paz para dentro do nosso coração, novamente. Nessas horas olhamos para os céus e parece que nada tem sentido, parece que o fim chegou. Temos a impressão de que há um abismo diante dos nossos pés, e não temos para onde correr. Fugir agora não adianta, até porque não temos para onde fugir. O que fazer então? Enfrentar. Levantar a cabeça e seguir adiante. Olhar para os céus e agradecer a Deus por ter colocado em nossas vidas aquela pessoa querida, que nunca mais vamos esquecê-la. Porque uma coisa temos que entender: TODOS tem sua hora de morrer, mas é horrível perder. Eu sei. Já passei por isso, e não é nada legal. Mas cara, desistir só irá piorar nossa vida. Nosso coração ficará cada vez mais machucado. O desespero tomará conta de nossas almas e aí já estará tudo perdido... O mundo ainda está girando, o relógio bate incansávelmente. E temos que nos acostumar que uma hora essas batidas vão parar... Tanto pra mim, quanto pra você, pra minha mãe, meus irmãos, meus amigos... Enfim. Deus monta nossa vida (claro que ajudamos para isso, rs) e se ele diz que AGORA é o meu fim, que assim seja, pois que sempre seja feita a vontade de Deus. E que todos um dia possam compreender isso. Porque mais cedo ou mais tarde passaremos por isso, e nos veremos OBRIGADOS a aceitar. Doa a quem doer, maltrate a quem maltratar. E quando é com os outros parece tão simples, conseguimos dar conselhos, animar, enfim... Mas podemos ser muito fortes que infelizmente, ao menos por um tempo, todos acabam se perguntando: e o que fazer quando o adeus é irreversível? Agora a resposta 100% correta, só Deus sabe, e ele um dia nos mostrará, e nós explicará o porque... Mas só acontecerá isso quando partimos, e deixarmos outros se perguntando... E que Deus esteja conosco, sempre.

sábado, 11 de dezembro de 2010

All about us (tudo sobre nós)

"Faça isso." "Vista aquilo." "Ande com aquele." Quer saber? EU CANSEI. Cansei desse mundo onde todos tentam passar por cima de todos. Onde TODOS fingem ser o que na verdade não são. As pessoas seguem muitas regras, muitos padrões, o que faz a vida se tornar monótona e sem nenhum sentido. Porque poxa, não podemos ser felizes do jeito que somos? Porque temos que seguir modas e afins?! PORQUE? Me expliquem isso! É tanto medo do preconceito que muitas pessoas vestem capas, sem coragem e forças suficientes para mostrar quem realmente são. Mas o pior não é isso. O que mais me deixa PUTA DA CARA (falomesmo) é ver os outros comentando SOBRE MIM, aquilo que eu sei que eu NÃO SOU. Ficam escrevendo, fuxicando, espalhando, falando, inventando coisas sobre a gente que me levam a loucura. Só porque sou o que realmente sou, pelos outros, acabo sendo vista como um ser de outro planeta. EU SOU NORMAL, OK? Alias, o que é realmente o ''normal''? Retiro o que eu disse. Não sou normal. Porque normal é padrão, é comum, é NORMAL. Sou diferente? SOU. Você também é. E você mesmo sabe que é, mas apenas não tem coragem o suficiente para admitir isso. E o que mais posso dizer a respeito de você? É que eu tenho PENA. Pena de gente que não consegue assumir o que realmente é. Pena de pessoas que se sentem por cima por vestirem uma CAPA. Pena desse povinho que vive julgando os outros sem ao menos conhecer a pessoa. Porque? Porque quem está perdendo É VOCÊ. Sim. Você está perdendo tudo o que a vida tem de melhor, e está perdendo seu tempo cuidando e palpitando sobre a vida dos OUTROS. O-U-T-R-O-S ok? Cuida da sua vida. Seja você mesmo. Não ligue para o que os outros insistem em dizer sobre você. Faça eles engolirem o que falaram. NÃO SEJA IGUAL A ELES. Não seja igual aos OUTROS. Seja você, do jeito que você sempre quis ser. Diga sempre o que tem a dizer, e que se dane o resto. Faça o que tem vontade. Diga o que pensa. Aja por instinto. E se esqueça do que "os outros vão achar, falar, etc etc" VIVA!!! Poxa, porque se não for pra aproveitar a vida, pra que vida?! Ignore esse mundo cheio de regras, parta para desafios! E que o resto... Continue sendo o RESTO. Porque você merece ser feliz, e você só será feliz se se conhecer primeiro! E aceitar isso também! Se ligou na ideia? HAHA. Seja você, e venha rir comigo desse mundo escroto em que vivemos. Onde o que mais me faz rir é que ELES acham que sabem tudo sobre nós... HAHAHA!

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Dangerous

Esses dias deparei-me, sonhando com você. Mas espera lá, eu não sei absolutamente nada sobre você! Afogando-me cada vez mais nesse fascínio, te buscando todos os dias onde quer que eu vá com quem quer que eu esteja! O que está acontecendo comigo? Aquelas suas palavras me cegaram, não consigo mais enxergar nada. Sinto que estou correndo perigo. Ora Deus, mas por que eu quero correr este risco? Eu simplesmente não sei nada sobre você! Mas insisto em me arriscar, insisto em te seguir! Seu olhar esconde sua história de mim, conheci você a tão pouco tempo, e não consigo mais esquecer. Caí em sua lábia, você arrecadou-me para você. Sim, eu sei que estou correndo perigo, mas é um risco que eu quero correr! Saber absolutamente nada sobre seu passado me assusta, e ao mesmo tempo me fascina. Pessoas desesperadamente tentam me avisar que não é certo o que estamos fazendo, mas eu não consigo parar! Eu quero correr esse risco com você, custe o que custar!
Você entrou em mim como espíritos possuem um corpo amaldiçoado. Eu não quero parar agora. Não podemos parar agora. Conheci-te pelo mundo mais sombrio que poderia conhecer. Um mundo onde todos podem mentir, e fingir ser o que realmente não são. E é por isso que eu sei que estou correndo perigo. Mas não vou desistir de você, não agora!
Que se danem as conseqüências, eu estou correndo um risco que quero correr, o resto que se foda. Todos em minha volta mandam-me mensagens de alerta, choram para eu acreditar, gritam para eu não ir, mas não estou nem aí, quero sentir a emoção deste perigo que estou correndo.
Seu olhar entrou fundo em mim, mostrou-me todos os riscos que estou correndo, e isso não me assustou. Estou a fim de me aventurar, doa a quem doer. Nem que para isso eu precise morrer. E mesmo você não sabendo nada sobre mim, conseguiu provocar meus pontos fracos, despertando em mim esse desejo implacável de perigo. Eu quero correr esse risco, e não importa o que aconteça, ao menos eu sempre saberei que contigo estive. É um grande erro, eu sei, mas é um erro que eu quero cometer!
E o que digo para as pessoas que estão na mesma situação que eu? Não façam o que eu estou fazendo, é algo muito perigoso, é algo que eu fiz por pura teimosia e sede de risco. Eu sei que você não vai me ouvir, assim como eu não ouvi ninguém. Fazer o que então? Correr o risco, sentir o perigo na pele, e o resto do mundo que se acostume com a minha vontade!!!
Sinto que estou correndo um GRANDE perigo. Mas não é agora que vou parar. NÃO MESMO!

domingo, 28 de novembro de 2010

E então, 200 dias ficam para tráz

Quantas piadas, quantas risadas, quantas brincadeiras, quantos... Momentos. Esquecer de tudo agora? Ou simplesmente tentar se conformar de que já acabou?
Pois é "acabou" ... Digo, passou! Infelizmente passou... E nem nos deu chance de se despedir!
Parecia que iria durar para sempre, e talvez seja esse o motivo da frustração ser tão grande agora.
Vontade louca de voltar no tempo e aproveitar um pouco mais de tudo... tudo aquilo que deixamos nos escapar tão facilmente.
Foi maravilhoso, mas poderia ter sido melhor, eu sei que podia.
Porém, lamentar agora não nos levará à lugar algum. O que fazer então? Começar a viver de verdade, pois se não, sempre nos arrependeremos no final de cada dia, mês, ano, por não viver o suficiente.
Embora agora, o medo da separação começa a nos rondar, teremos que ser fortes para então não cair. Temos que acreditar que dias melhores virão, e que distância alguma será capaz de separar nossas almas, nossos sentimentos, nossos corações.
Falando assim até parece fácil... Mas se superamos em um ano o passado, estamos condenados a nos recompor novamente.
Pois novos amores virão, novas pessoas nos acompanharão, outros momentos maravilhosos viveremos... Mesmo achando que não vamos conseguir, nós superamos!
Mas, enquanto o futuro não chega, não custa nada sonhar que tudo ainda será igual. Porém, quando este angustiante futuro chegar, nos veremos obrigados a dizer: "E então, 200 dias ficam para tráz." :(

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tempestade em copo d'água


“E tudo acabou de vez”. Essa deve ser uma das frases que você já disse muitas vezes. Quem aqui nunca pensou que não existia mais solução alguma para seus "problemas"?  Quem aqui nunca pensou que já havia chegado ao fim? Pois então. Costumamos pensar que tudo que queremos e sonhamos é impossível, e por isso, não devemos mais correr atrás, jogar tudo para o alto, desistir. E só existe uma explicação para isso: o homem é um ser muito "acomodado". Ou seja, quando vemos um problema em nossa frente logo queremos desistir, e muitas vezes nem se quer pensamos nas possibilidades. Mas qual o maior motivo que nos faz desistir logo no começo? O medo de sofrer. Além do mais, quem um dia já sofreu por tentar conquistar alguma coisa e não conseguiu, não vai querer passar por essa sensação novamente. Mas o que temos que entender é que cada caso é UM caso. Ou seja, só porque na primeira tentativa não deu certo, você se machucou, algo lhe aborreceu, não significa que sempre acontecerá errado! Temos que sempre dar uma nova chance a TUDO em nossa vida. Veja como um simples exemplo, as notas dos alunos em uma escola qualquer: Na primeira prova, o aluno se esforça, pensa, estuda, porém não consegue atingir a nota suficiente para passar naquele conteúdo. O que ele faz? Parte para a recuperação bimestral. E se não passa na bimestral? Lutará para passar no final de ano. E cá entre nós, quem aqui que já pegou recuperação alguma vez, não conseguiu passar caso estudasse? Mas eu me refiro a aqueles que se esforçaram mesmo! Não adianta esperar que sua nota vá cair do céu porque não vai! Assim é na vida. Você pode tentar, tentar e tentar quantas vezes forem necessárias, e se você acreditar em si mesmo, e lutar para vencer, com toda certeza você vai conseguir! E se um dia você se cansar de tanto tentar, e mesmo assim, nunca conseguir? NÃO FAÇA A MALDITA TEMPESTADE EM UM COPO D'ÁGUA! Porque se você não conseguiu comprar aquele celular com o seu salário desse mês, o mundo não vai acabar. Se você não conseguiu conquistar o coração daquela pessoa amada, você não vai morrer de desgosto. SIMPLESMENTE NÃO VAI! Quantos amores você esqueceu? Quantas coisas você já comprou? O.k devem estar me chamando de insensível pelo fato de eu tratar o "amor" assim. Acontece que, EU SEI muito bem como é sofrer por alguém. A gente sente dor por MUUUUITO tempo. Pode ser que essa ferida fique dentro de nós para sempre, e que às vezes ainda nos faça chorar, mesmo depois de anos e anos. Pois então, eu passei por isso, e eu morri? NÃO PORRA. Isso passa! Pelo amor de Deus! Pode até vir aqui e chorar em meu ombro, sim, eu irei consolar você, mas a partir do momento que você pensar que a morte é a melhor solução para curar isso, estará na hora de rever seus conceitos. Todo mundo supera, uma, duas, três... Mil vezes! E porque diabos você não seria capaz de suportar uma MÍSERA vez?! Seu coração está partido, seus dias estão sem graça, sua vida está "sem sentido"... Ok, ok, tudo muito fofo, muito lindo, mas vem cá, você não percebeu que uma hora terás que você mesmo expulsar isso de dentro de ti? Você não pode te torturar eternamente, porque, meu Deus, então porque viver, certo? Por mais doído que isso possa parecer, em algum momento teremos que decretar que perdemos. E teremos que partir em busca de outro amor. Não se preocupe se não era pra ser com essa pessoa, outra irá aparecer, SIM!
Muitas vezes também, nos pegamos pensando na pessoa, e ao mesmo tempo, percebemos que não queremos esquecê-la... Ok, não precisa esquecê-la já... De um tempo para seu coração se recompor! MAS NÃO DEIXE DE VIVER POR CONTA DISSO! Saia, continue sua vida. Você pode até chorar agora, mas acredite, uma hora tudo se resolverá. Além do mais, quando a gente chora um pouquinho antes, podemos sentir a falta que a pessoa nos faz, e assim, quando ela chegar, sermos ainda mais felizes! E se você tentou algumas vezes, não era pra ser! Agora, se você não quiser nunca mais amar ou se entregar à alguém a escolha é sua! DESDE QUE ISSO NÃO ATRAZE A SUA FELICIDADE! Pois então, antes de dizer que tudo está ruim, olhe para a sua volta: veja pessoas morrendo em guerras, com doenças graves, com fome, miséria, e você aí, chorando por algo que PASSA! Não faça tempestade em copo d'água! Vocês dizem sofrer por dor de "amor verdadeiro'' e aposto que 99,99999% de vocês nunca amaram de verdade. E aqueles que amaram (e amam) sabem o quanto isso é difícil, porém sabem também que não adianta se torturar. Um dia estamos triste, no outro feliz... Assim é vida. Mas acredite, tudo passa! E pense MUITO, antes de dizer em qualquer situação que: "Tudo acabou de vez". Lute, corra atrás, busque, tente, chore, grite, cante, pule, brinque, faça de tudo em sua vida, mas nunca desista de um sonho, pois o fato de você apenas sonhar, já torna o impossível, possível!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Yesterday


Ontem, ao olhar em seus olhos, pude perceber o quanto o mundo ainda é belo... Pude encontrar o paraíso em seu olhar. Pude sentir uma paz imensa, como nunca havia sentido antes dentro de mim. Fui capaz de constatar que nem tudo está perdido. Consegui fazer o amor renascer dentro do meu ser.
Você é capaz de imaginar o quanto aquele olhar revirou meu mundo? Você consegue perceber o quanto aquilo me perturbou? E ao mesmo tempo me acalmou?
Sem aquele olhar, tudo seria diferente. Eu poderia nem estar mais aqui. Eu poderia ter desistido e jogado tudo para o alto. Mas não. Os seus belos olhos me prenderam neste mundo de tal maneira que eu nem conseguia sentir o ar entrar em meus pulmões. Você arrancou todo o medo e insegurança que ainda existia dentro de mim.  
A luminosidade que saía de dentro dos seus olhos fez com que eu enxergasse tudo de outro jeito. Fez-me nascer de novo. Conseguiu-me fazer retirar todas as idéias ruins de dentro da minha mente, e jogá-las no lixo. Substituindo-as por esperança, paz, amor e alegria.
Levantei-me dali com uma vontade imensa de te dizer tudo o que estava acontecendo comigo. Minha vontade era de gritar isso na frente de todos.
Fui para casa, esperando ansiosamente o outro dia chegar, para seus olhos, os meus encontrar.
Hoje, 24 horas depois, eu olhei você, e você nem se quer me viu. Fixamente seus olhos olhavam para ela, e aquilo me destruiu. Todos aqueles sentimentos bons que seus olhos ontem, plantaram em mim, suas atitudes hoje, arrancaram-nos do meu coração.
E volto a perceber que todas aquelas sensações foram em vão. Eu senti aquilo sozinha. Iludi-me mais uma vez. E cá estou eu, 24 horas depois, prestes a jogar TUDO para o alto e desistir.
Se não existo pra você, não existirei para mais ninguém. E essas são as minhas últimas palavras: eu te amei, eu te amo, e morrerei te amando. Você sabendo, ou não. E digo mais uma coisa antes de partir: Eu sempre me encantei com seus olhos, embora você nunca se quer percebeu o que os meus tinham a lhe dizer.
E agora é tarde demais. Adeus, l’amore della mia vita. ;(


segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Te amar assim, me dói demais.

Te ver todos os dias sem poder te tocar. Te ouvir falar de outras sem poder reclamar. Dormir todas as noites com o travesseiro inundado de lágrimas. Descansar na cama apenas o corpo, pois minha mente e minha alma jamais descansarão, você não as deixa descansarem. Por que é que tem que ser assim? Levantar cada dia mais pra baixo, mais triste. Saber que quanto mais o tempo passa pior as coisas vão ficando. E pior ainda, perceber que não importa o que eu faça, simplesmente isso NUNCA irá mudar.
Olhar todos os dias para os céus e ver seu nome brilhantemente escrito nas estrelas. Perceber que quanto mais eu amo você, mais longe de mim vais ficando. Ter que me conformar com o fato de que mais uma vez me apaixonei por quem nunca deveria ter conhecido. Ter que aceitar o fato de que a culpa é minha, por nunca conseguir ser o que você sonha ter.
Tentar todos os dias acreditar que nunca serei ninguém para você, que nunca chamarei sua atenção. Perceber que quanto mais grito por não, mais meu coração chama por sim. Superar a sensação de estar em sua frente ajuntando os milhões de pedaços do meu coração que estão no chão, sem que você perceba. Ter que olhar em seus olhos sem tentar demonstrar as mil e uma coisas que sinto bem aqui dentro.
Dizer para todos que não te amo, quando a minha vontade é de berrar para o mundo inteiro que você é tudo para mim. Ir deitar cada noite com o coração mais apertado. Acreditar que mesmo sem você ainda exista possibilidade de ser feliz. Sustentar meu corpo sob meus pés machucados e doloridos do longo caminho do amor. Transformar do seu sorriso a luz mais brilhante do mundo, para iluminar meu caminho. Suportar a vontade de me jogar em seus braços e implorar que fique comigo. Aguentar a rejeição em silêncio, sem direito algum de lhe pedir amor. Sofrer, chorar, gritar, temer, se machucar, cair, se ferir, se magoar, se destruir... Faço isso todos os dias. Mas uma coisa que jamais consiguirei fazer é dizer que não te amo. Sendo sincera. E pior, saber que terei de te ver todos os dias, sem poder te amar.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Acabou.


Meus olhos ardiam diante daquelas palavras que ali eu lia. Meu coração sangrava como nunca antes havia sangrado. As lágrimas insistiam em descer por minha face, mesmo eu querendo segurá-las. Minha respiração começava a ficar cada vez mais escassa. Não conseguia sentir o ar entrando em mim. Percebi que tudo ao meu redor começou a escurecer. Tudo começou a cair. Uma forte chuva de água congelante caía sobre o meu corpo descoberto. Sangue começou a correr de minha boca, e nem gritar, eu conseguia.
Levantei-me daquele lugar, andei até meu quarto e lá me sentei na cama. Chorando de tal maneira que eu jamais imaginava que eu poderia chorar. Olhei para minha agenda... E lá estava seu nome. Abri as janelas vagarosamente e percebi que nas estrelas, estava você. Entre soluços olhei para os céus e disse: Acabou a expectativa, acabou a esperança, acabou a ansiedade, acabou... Acabou o sonho. Tudo aquilo que eu havia vivido até ali então, foi em vão. E o que mais me desesperou naquele momento? Saber que de agora em diante terei que aprender a viver com essa dor, com esse sofrimento.
Porque tem que ser assim? Porque mais uma vez eu escolhi o caminho errado? Nunca serei capaz de amar alguém que me ame também? Além do mais, será que eu nunca serei capaz de ser feliz?!
Tive que suportar aquelas palavras entrando nos meus olhos, cortando meu coração e se gravando em minha mente. Tive que ser fingida o suficiente para você não perceber que aquilo que você disse, foi à pior coisa que eu já havia ouvido durante toda a minha vida. Tive que me levantar daquela cadeira e ir até o quarto em silêncio para que ninguém percebesse. Tive que respirar fundo e levantar da cama de manhã como se nunca tivesse lido aquilo. Tive que disfarçar para minha família enquanto eu ajuntava os milhares e milhares de pedaços do meu coração que estavam pelo chão. Tive que te amar, em silêncio.
No dia seguinte, quando me deparei com você, tive que me segurar para não me jogar em seus braços e ali chorar... Eternamente. Tive que olhar em seus olhos e fingir que NADA havia acontecido. Continuei em silêncio absoluto, tentando sorrir para todos, para que ninguém viesse me perguntar absolutamente nada. Pois se alguém me perguntasse algo, digo a você, tenho certeza de que eu não agüentaria e choraria. Choraria em sua frente.
Tenho certeza que você nem faz idéia do que eu estou sentindo agora. Sei que você jamais falou aquilo para cortar meu coração. Sei que você é bom o bastante para amar alguém que te ama, mas sei também que esse alguém JAMAIS serei eu. Porque agora chegou a hora de dizer adeus. Adeus ao sonho.
Adeus ao sonho de ser feliz. Adeus a busca por você. Adeus as esperanças... As únicas que ainda me mantinham de pé.
Estou no chão. Caída. Massacrada. Destruída... Não consigo controlar isso agora. Vai demorar para eu aprender a conviver com isso. Vai demorar para isso cicatrizar. Meu medo? Que isso jamais cicatrize.
Simplesmente agora, não tenho forças nem para teu nome chamar. Não tenho forças nem para você dizer que te amo. Queria que fosse diferente, ah como eu queria. Porque você não consegue me amar? Enquanto a única coisa que eu consigo fazer é amar você com toda a minha alma?
Você me magoou. Sem perceber, mas magoou. E demorará muito tempo para isso ser compensado. Não sei se dessa vez vou agüentar. Sinto que meu corpo começa a ficar dormente. Sinto que minha mente começa aos poucos parar. Sinto a força saindo de dentro de mim e me largando jogada. Sinto que tudo aquilo que eu sonhei simplesmente desabou, encima de minha cabeça. Sei que isso jamais se concertará. Porque você quis assim, e assim será.
Mas saiba que esse amor nunca vai acabar. Posso morrer, aqui, agora. Já estou morrendo. Mas apenas meu corpo morrerá. Portanto meu amor por ti ainda estará vivo. Porque simplesmente eu vou te amar enquanto a minha alma existir. Pois agora tenho a certeza de que, independente do que me falarem, eu saberei que agora... ACABOU.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

368 dias depois.

E como é que eu poderia adivinhar que mesmo 368 dias depois eu ainda não dormiria direito pensando em ti? Como é que eu poderia saber que mesmo eu conhecendo outro, amando outro, eu ainda seria fortemente afetada por você? Porque é que você não sai de uma vez por todas de dentro de mim? Será que tudo o que eu faço é errado? Será que eu estou tentando fugir de algo impossivel? Sinceramente? Eu cansei dessas perguntas, sério. E se depois de um ano eu ainda não fui capaz de te apagar por completo de dentro de mim, então não é para eu te apagar. Por quê eu não canso de insistir em algo que pelo que me parece, JAMAIS dará certo? Nossa, reparou como esse sentimento que tenho por ti está em torno, moldurando, dezenas de milhares de perguntas sem respostas? Pois é. E mesmo, 368 dias depois, o coração ainda sente (por mais leve que seja) uma sensação estranha, ao ouvir seu nome... E mesmo, depois de toooodo esse tempo, ainda consigo derramar lágrimas por ti.  Começo a sentir que outro está tomando o seu lugar... Sinto que outro começa a possuir o comando dessas perguntas. Sinto que outro está arrancando você de dentro de mim. Será? Será? Que depois de 368 dias alguém está conseguindo tirar você de dentro de mim? Será que todo aquele sofrimento finalmente irá acabar? Será que aquele amor sincero e forte finalmente... PASSARÁ? 
Será que devo seguir o outro? Ou continuar insistindo em você? Sei que vai demorar ainda para eu ouvir o seu nome sem chorar, porém, chegou a hora de dizer enfim... ADEUS. E amanhã? Será que 369 dias depois você não será mais tudo isso que eu digo que você é? Será que o outro já terá me consumido por inteiro? Será que, depois de tanto tempo assim, vou começar a sofrer por outro, tudo aquilo que já sofri por ti? Valerá a pena passar por tudo outra vez? Ou será que dessa vez será enfim diferente? Será que esse novo sentimento que brota em mim será capaz de arrancar a sua raiz que me atormenta dia e noite? Será que eu serei capaz de dizer a este outro "eu te amo", com a mesma intensidade e sinceridade das milhões de vezes que disse isso à você? Será que eu finalmente serei capaz de dizer que para mim, você não passa de apenas um grande amigo? Será que eu serei capaz de carregar mais uma vez um amor verdadeiro dentro de mim? Será que depois de 368 dias eu terei força o suficiente para juntar todos os pedaços do meu coração, que você insistiu tanto em quebrar... Além do mais, será que 368 dias depois, eu ainda serei capaz de AMAR. Ok, chega de perguntas. E sei que em nome de DEUS, eu possuo uma mesma resposta para todas elas: SIM, eu serei capaz! Eu serei capaz de cultivar esse novo amor que começa a crescer em mim, e melhor, eu finalmente serei capaz de falar com você sem precisar derramar lágrimas dolorídas do silêncio... E agora deixo 368 dias de minha vida para trás. Arrependimento? Não sinto isso. Porque valeu a pena sofrer esse tempo todo, pois só assim pude perceber que você JAMAIS seria o ideal para mim, e que o ideal, estava o tempo todo me esperando, para enfim minha vida COMEÇAR! E digo mais uma coisa, 368 dias depois eu pude perceber que, no 369º dia eu nasceria de novo, e finalmente seria feliz, sem perguntas em torno do amor que senti por ti. Por que esse amor não merece ser questionado. Apenas mereceu ser vivido, para servir apenas de um aprendizado. Sim, falei tudo isso, levantei minha cabeça e estou seguindo em frente com minha vida. Mas ainda assim, uma coisa não posso negar: que mesmo 368 dias depois, você ainda é o ideal para mim.

domingo, 17 de outubro de 2010

Chegou a hora de TE formatar


Pois é, o tempo passa e às vezes nos deixamos levar pelo vento, o que nos faz esquecer-se das coisas mais importantes da vida. E então eu digo: chegou a hora de me formatar. Por quê? Porque não é saudável acordar e ir dormir todos os dias com palavras de lamento em nossas bocas.
Porque poxa, do que adianta chorar e sofrer por alguém? Se nós temos certeza de que absolutamente nada disso trará ela até nós? Então, formata-te você também! Apague de dentro de você absolutamente tudo de ruim, tudo aquilo que lhe entristece! A única coisa na qual você jamais poderá apagar é o amor. O amor que você tanto sente por alguém e esse alguém não lhe corresponde.
Pare de ficar chorando pelos cantos! Além do mais, apague essa palavra: chorar. Apague lágrimas, dor, angustia, enfim!
Nasça de novo, mesmo que continue amando alguém. Sabe do que mais? Ame! Ame o quanto você conseguir amar! Quanto mais você amar, mais forte estará para a vida! E quando você menos esperar, estará ao lado de quem ama!
Pule, brinque, cante, sorria, dance, faça tudo àquilo que você tem vontade de fazer! Seja aquele que você sempre sonhou ser!
Mas não se deixe levar pela tristeza! Pois um abismo SEMPRE chamará outro abismo, pense nisso. Portanto, se a tristeza bater na porta do seu coração, convide-a para entrar, e a transforme! Formate-a por completo! Apague a escuridão dela e a ilumine com todo o seu amor! Faça isso... SEMPRE!
Nunca se esqueça de amar acima de tudo, e se algo ruim começar a se espalhar, não se esqueça que então, chegou a hora de te formatar!

sábado, 16 de outubro de 2010

Voltou a me afogar


Depois de tanto tempo, voltou a me afogar. Voltou a trazer mil e umas sensações para dentro de mim. Poxa, depois de tanto tempo... Quem diria que isso ia acontecer novamente?
Pois é, eu não quis acreditar naquele ditado que diz que “o amor verdadeiro nunca acaba, adormece.” Então posso afirmar que meu amor por ti apenas havia adormecido? E que agora, depois de uns meses voltou a me perturbar outra vez?
E lá vou eu seguir todo esse caminho de novo. E lá vou eu lutar por você outra vez. E lá vou eu me cortar novamente. Pelo menos dessa vez estarei mais preparada para tudo que me espera, pelo menos dessa vez eu saberei resistir mais as pressões que as pessoas irão em cima de mim depositar.
Porém, de uma coisa eu tenho certeza que nem agora, nem antes, nem amanha, nem depois eu serei capaz de controlar: o amor. Sei que eu vou mais uma vez lutar contra isso, e tentar de todas as maneiras te esquecer. Sei também que todas essas tentativas serão em vão. Novamente.
Quem diria que um ano depois eu ainda estaria aqui, escrevendo sobre você, falando de você... Tentando te esquecer!
Nem eu mesma acredito nisso! Eu nunca amei de verdade antes na vida! E agora consigo entender o porquê de tantas pessoas chorarem por isso. Porque é tão doído ver quem a gente ama longe da gente? Além do mais, porque é que a gente ama e não é correspondido? Enquanto outros têm tanta sorte de ser correspondido desde o inicio pelo amor de suas vidas?
Nossa quantas perguntas rondam a palavra amor... Mas tem uma que eu ainda não consegui responder, e talvez nunca consiga: porque diabos depois de tanto tempo esse amor voltou a me afogar?

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Tudo passa, tudo acaba.


Ta aí uma frase que eu nunca soube interpretar. Por quê? Por que simplesmente tudo passa, mas apenas passa, não quer dizer que aquilo acabou. O que eu estou me referindo? Estou me referindo ao amor. Ele pode até passar, e nos dar a impressão de que ele acabou... Mas não, ele não acabou ele apenas PASSOU! Entendem? Isto significa que ele ainda existe dentro de você e que simplesmente não provoca mais efeito algum. Mas não tem como ele acabar poxa! Se ele existiu eternamente existirá, não é?
Bem, aí vai muito do ponto de vista de cada um. Mas eu afirmo que àquilo que estou sentindo por alguém agora pode até passar, se aliviar, mas eu sei que jamais, em hipótese alguma ira acabar!
Não consigo me imaginar sem esse sentimento. Não consigo me imaginar sem essas sensações. E tenho certeza de que nunca direi “acabou tudo”. Porque o que eu estou sentindo agora é impossível ter um fim, ele pode até possuir um ponto de alivio, que me trará a impressão de que passou... Mas jamais trará a sensação de que acabou.
Concordo plenamente quando alguém diz que tal coisa passou, mas quando mencionam que aquilo acabou já discordo completamente. Porque nossa, nada que eu vivi, vi, senti, toquei, beijei, encostei acabou. Apenas passou...
Então, se eu fosse dona dessa frase diria que: tudo passa, mas nada acaba.

domingo, 12 de setembro de 2010

Eu sou e não sou.

Não sou diversão nem passatempo para homem nenhum. Tenho cabeça, coração e me respeito. Sou pessoa de dentro pra fora. Minha beleza está na minha essência e no meu caráter. Acredito em sonhos, não em utopia. Mas quando sonho, sonho alto... Estou aqui é pra viver, cair, aprender, levantar e seguir em frente. Sou isso hoje e amanhã. já me reinventei, e reinvento-me sempre que a vida pede um pouco mais de mim. Sou complexa, sou mistura, sou menina com cara de mulher e mulher com cara de menina. perco-me, procuro-me, encontro-me... E quando necessário, enlouqueço e deixo rolar. Não me dôo pela metade, não sou meio amiga, nem quase amor. Ou sou tudo ou sou nada! Não suporto meio termos. Posso ser boba, mas não sou burra. ingênua, mas não santa. Uma pessoa de riso fácil e choro também! Por dentro uma personalidade. por fora um conceito sujeita a julgamentos, nem sempre justos.

sábado, 11 de setembro de 2010

Amor,

Amor é quando você acha que a pessoa com quem você se relacionava era egoísta, possessiva e infantilóide e isso não reduz em nada a sua saudade, não impede que a coisa que você mais gostaria neste instante é de estar tocando os cabelos daquela egoísta, possessiva e infantilóide. Amor é quando você sabe tintim por tintim as razões que impedem o seu relacionamento de dar certo, é quando você tem certeza de que seriam muito infelizes juntos, é quando você não tem a menor esperança de um milagre acontecer, e essa sensatez toda não impede de fazê-lo chorar escondido quando ouve uma música careta que lembra os seus 14 anos, quando você acreditava em milagres.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Sentir saudade...

Saudade, algo que nos fere aos poucos, fazendo crescer a vontade incontrolável de encontrar a pessoa amada. Quando você se encontra apaixonada, o tempo parece lutar contra você. Cada minuto longe dele parece um dia, e cada dia se iguala a séculos. Momentos que fazem seu pensamento voar longe, e que faz a saudade tomar conta do seu pobre coração, que quer somente se reencontrar com aquele que o enfeitiçou. As horas passam lentamente, e o dia acaba se tornando algo insuportável. Nada mais importa, seu único desejo é matar aquele sentimento que tortura. O ser amado esta cada vez mais presente nos seus pensamentos e o amor parece crescer a cada instante. Longe dele seu mundo parece ser vazio, cada musica que escuta faz seu coração lembrar do seu amor, cada casal que você vê, faz você pensar que ali, naquele momento, seu amor poderia estar com você, porém se conforma em ter ele dentro do coração e totalmente presente na sua mente, na sua alma. Varias teorias foram feitas para tentar decifrar esse parasita chamado saudade. Seria algo inexplicável, surreal, porem doloroso, mas que mostra que quando se ama todos os momentos com o amado são perfeitos. Mostra que o passado, por mais que seja recente, valeu a pena, e que há uma eternidade esperando você e seu amor.
Saudade vai e vem. É algo presente no nosso dia-a-dia. Algo que temos que lutar contra, mesmo não sabendo como. Talvez o único jeito seja amando cada vez mais, pois quem fez crescer o amor, com certeza sabia que esse seria o sentimento mais nobre e celestial de todos. Aquele que vence qualquer distância, preconceitos ou dificuldades. Dizem que quem inventou a distância não imaginou como dói a dor da saudade. Mas por mais que essa dor seja grande, a força do amor é muito maior, e é essa certeza que nos faz forte para seguir em frente. Então, mate a saudade da melhor forma possível: amando sempre ♥

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Top Five.

Olha o top five aqui povo!

E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até a morte, e morte de cruz. Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor , para glória de Deus Pai. (Filipenses 2: 8 ao 11)

" Disse Jesus: 'Conheço teu medo, a tua felicidade e os teus sonhos. Conheço tua estrada e sei exatamente o teu destino. Conheço-te por dentro. E sem que tu tenhas que me pedir, eu entendo o que tu queres. Conheço o teu sorriso, e sei tudo que está dentro do teu coração. Conheço e te reconheço em qualquer lugar. Sei do teu amor, da tua saudade, dos sonhos que movimentam a tua vida e da esperança que te faz lutar. Amo-te pelo que tu és, e para mim, é um ser valioso. Amo-te, mesmo quando perdes a confiança em Mim. Amo-te, mesmo sem saberes. Acompanho-te desde sempre! Estou ao teu lado mesmo quando pensas que Te abandonei. Vibro em cada minuto da tua felicidade. Choro com cada lágrima tua. Sofro com toda a tua dor, e Te estendo as mãos a todo o momento, embora muitas vezes teimes em não me pedires ajuda, mesmo assim, continuo a te proteger. "

Antes que clamarem, eu responderei; ainda não estarão falando, e eu os ouvirei. (Isaías 65:24)

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meus jugo e aprendam de mim, pois sou o manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e meu fardo é leve". (Mateus 11:28-30)

“Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo: a tua vara e o teu cajado me consolam.” (Salmo 23.4)

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Saudade...

Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas a amada já. Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida. Saudade é sentir que existe o que não existe mais. Saudade é o inferno dos que perderam, é a dor dos que ficaram para trás, é o gosto de morte na boca dos que continuam. Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade, aquela que nunca amou. E esse é o maior dos sofrimentos, não ter por quem sentir saudade, passar pela vida e não viver. O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido. 
(Pablo Neruda)

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Tudo passa,

Tudo na vida passa, então não perca seu tempo pensando nas coisas ruins, não perca seu tempo pensando nas coisas que você ainda não tem. Vá atrás do seu sonho, sem deixar de viver o seu hoje; e jamais deixe de valorizar as pessoas que você mais ama, dê um abraço antes de sair de casa, depois de uma briga peça desculpas mesmo que você não esteje tão errado. Nunca deixe de ser feliz, porque tudo na vida passa, você pode estar bem demais agora, mas daqui a cinco minutos quem te garante que você ainda vai estar sorrindo? As coisas ruins e desgraças acontecem em um instante e te marcam pro resto da vida. Infelizmente nem sempre é como queremos, o destino ás vezes nos deixa se perguntando ''porque comigo?'' ou ''o que eu fiz de errado?'', só que você esquece que dias ruins todo mundo tem, que tristezas todo mundo passa, e o mesmo com as coisas boas... Tudo vem e passa. Saiba aproveitar bem as coisas boas, porque elas duram pouco, mas a intensidade com que acontecem é muito significante pra vida de qualquer pessoa, e são esses momentos que você tem que lembrar á cada dia, porque eles te darão força pra seguir em frente. E por fim, viva o hoje como se fosse o último dia de sua vida.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Ser feliz,

Ser feliz não é ter uma vida isenta de perdas e frustrações. É ser alegre, mesmo se vier a chorar. É viver intensamente, mesmo no leito de um hospital. É nunca deixar de sonhar, mesmo se tiver pesadelos. É dialogar consigo mesmo, ainda que a solidão o cerque. É ser sempre jovem, mesmo se os cabelos embranquecerem. É contar histórias para os filhos, mesmo se o tempo for escasso. É amar os pais, mesmo se eles não o compreenderem. É agradecer muito, mesmo se as coisas derem errado. É transformar os erros em lições de vida. Ser feliz é sentir o sabor da água, a brisa no rosto, o cheiro da terra molhada. É extrair das pequenas coisas grandes emoções. É encontrar todos os dias motivos para sorrir, mesmo se não existirem grandes fatos. É rir de suas próprias tolices. É não desistir de quem se ama, mesmo se houver decepções. É ter amigos para repartir as lágrimas e dividir as alegrias. É ser um amigo do dia e um amante do sono. É agradecer a Deus pelo espetáculo da vida...

Augusto Cury.

domingo, 5 de setembro de 2010

Falsas verdades.

Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada. Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável. Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável. Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto. Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém.

sábado, 4 de setembro de 2010

Chorar não resolve,

Chorar não resolve, falar pouco é uma virtude. Aprender a se colocar em primeiro lugar não é egocentrismo e o que não mata, com certeza fortalece. Vontades efêmeras não valem a pena, quem faz uma vez não faz duas necessariamente, mas quem faz dez, com certeza faz onze. Essa história de que é melhor acordar arrependido do que dormir com vontade é mentira! Perdoar é nobre, esquecer é quase impossível. Nem todo mundo é tão legal assim, e de perto ninguém é normal. Quem te merece não te faz chorar, quem gosta cuida, o que está no passado tem motivos para não fazer parte do seu presente. Não é preciso perder pra aprender a dar valor, e os amigos ainda se contam nos dedos. Aos poucos você percebe o que vale a pena, o que se deve guardar pro resto da vida e o que nunca deveria ter entrado nela. Pra qualquer escolha segue alguma consequência. Não tem como esconder a verdade, nem tem como enterrar o passado. Ás vezes mudar é preciso, nem tudo vai ser como você quer... a vida continua! O tempo sempre vai ser o melhor remédio.

{não sei quem escreveu! ;x)